>

11 de agosto de 2015

Melasma: Tem jeito?? conheça mais sobre essas manchas de pele.

                Quem nunca sonhou em ter uma pele lisinha, sem manchas parecida com a das famosas quando estão na tv? O vilão é poderoso, mas não faltam armas para combatê-lo. Estamos falando do melasma, mancha no rosto que aparece mesmo de mulheres jovens. Você sofre com esse problema? Então, conheça os melhores tratamentos. Antes de traçar um tratamento precisamos entender um pouco mais o que seria um melasma, sua gênese e o porquê da dificuldade de eliminarmos as regiões escurecidas da pele.



                 Melasma é o surgimento de manchas escuras na pele, que normalmente aparecem no rosto, mas pode ocorrer em outras áreas expostas ao sol, como braços e colo. É mais comum em mulheres entre os 20 e 50 anos, porém também pode afetar os homens. Quando surgem na gravidez, as manchas são chamadas de cloasma gravídico. Não há uma única causa definida para o melasma, mas sabe-se que ele está relacionado principalmente à exposição solar, mas também ao uso de anticoncepcionais e algumas outras medicações, fatores hormonais, predisposição genética, algumas doenças (ex: hepatopatias) e à gravidez.
                A maior parte das pessoas com melasma possui um histórico de exposição diária ou intermitente ao sol, embora também suspeita-se que o calor seja um fator subjacente. É mais comum em mulheres, aproximadamente 90% dos casos, e àquelas com tons de pele mais escuro tem mais probabilidade de apresentar a doença. O que ocorre é que os melanócitos (células da pele responsáveis pela produção de melanina, substância que dá a cor da pele) das áreas manchadas começam a trabalhar exageradamente sob estímulos normais, produzindo melanina em excesso, causando escurecimento localizado da pele.
                           COMO TRATAR?? TEM JEITO?? Simmm, tem jeito sim!!! 
                   Não há cura para o melasma, ou seja, não há nada que faça as manchas desaparecerem para sempre. A boa notícia é que é possível clareá-las em até 100%, dependendo do caso, e, se a proteção solar for adequada, dificilmente elas voltarão. A notícia ruim é que MELASMA é um tipo de mancha que você terá que tratar o resto da vida. Algumas épocas, ele (o melasma) pode ficar quase invisível e outras ficará mais aparente (pra essas fases, a gente tem maquiagem, coisa de Deus pra combater o encosto do melasma). Para eliminar as manchas, deve-se realizar procedimentos que eliminem as camadas da pele impregnadas pelo excesso de melanina.
                  Para tal, pode se utilizar peelings químicos, microdermoabrasão, e, raramente, fontes de luz intensa pulsada e lasers. Esses procedimentos devem ser feitos em várias sessões, sempre evitando agredir demais a pele pois procedimentos agressivos podem causar inflamação excessiva da pele, gerando novas manchas. Infelizmente, quando o pigmento é muito profundo, esses procedimentos não são capazes de alcançá-lo.
 IMPORTANTEEEE!!!! NUNCA, em hipótese ALGUMA, use NADA no seu rosto sem o conhecimento de um PROFISSIONAL. O barato pode sair caro, a indicação da amiga pode ser um caos no seu rosto. Cada caso é um caso, e não é porque algo funcionou pra sua vizinha que vai funcionar pra você. E cada tipo de pele exige um tratamento diferente, marque uma avaliação na nossa clinica! 

Não se esqueçam de seguir o Ateliê da Estética nas redes sociais 


0 Comments:

Postar um comentário



 
Posts Relacionados