>

29 de fevereiro de 2016

Renove sua pele com PEELING.

Hi people!

Ta chegando o inverno, vamos renovar a pele?
Hoje vai um post de uns dos tratamentos mais procurados em clinicas de estética para tratamentos como revitalização, rejuvenescimento e lesões como manchas e cicatrizes de acne! Vem comigo e tire suas dúvidas e conheça os tipos de peeling!


Peeling é todo processo em que há a remoção das camadas mais superficiais da pele, seja com o uso de um produto químico, físico ou laser. Ocorre destruição controlada de parte ou de toda epiderme, com ou sem a derme, levando a esfoliação e remoção de lesões superficiais, seguida pela formação de um novo tecido dérmico e epidérmico. Vem do verbo em inglês ?to peel? que significa descamar. 
Com essa remoção, a pele se reestrutura e se renova, além de haver estimulação da produção de colágeno, substância que dá firmeza à pele. Dessa forma, os peelings são indicados para tratamentos de rejuvenescimento, manchas na pele, cicatrizes de acne, flacidez, entre outros problemas de pele. Mas o resultado varia conforma o profundidade do peeling feito. 
Peeling Químico:
O peeling químico consiste na aplicação tópica de determinadas substâncias químicas capazes de provocar reações que vão desde de uma leve descamação até necrose da derme (feito somente por médicos nesse caso), com remoção da pele em diferentes graus. Isso significa que haverá descamação e troca da pele, atuando no tratamento de manchas, acne e envelhecimento cutâneo.
Quando bem indicado o peeling pode promover resultados excepcionais, principalmente no fotoenvelhecimento. O peeling é realizado, preferencialmente, no inverno, para que o excesso de sol não atrapalhe a recuperação da pele.

Os peelings, pela capacidade de trocar a pele, são utilizados para o tratamento de algumas alterações, como: manchas de sol, do melasma e acne. Ele também é capaz de melhorar as cicatrizes e o envelhecimento da pele, pois renova as células, melhorando a flacidez e rugas.

Os peelings químicos também podem ser feitos no corpo, como: pescoço, colo, braço e mãos, respeitando as restrições e características de cada local. A pele do corpo tem maior dificuldade na cicatrização e podem ocorrer mais complicações. Os peelings são classificados, conforme a sua capacidade de penetração superficial, médio e profundo. Esse critério, porém, não é absoluto, pois o mesmo agente e concentração poderão ser superficiais para uma pele grossa, sem preparo, e médio para uma pele mais fina, muito preparada.

Peeling Mecânico:

É um procedimento de esfoliação não-cirúrgico, não-invasivo, não doloroso e de rápida execução que serve para atuar no rejuvenescimento e melhorar a saúde da sua pele facial e corporal. As vantagens são menor risco de discromias e regeneração tecidual mais rápida. Indicado para homens ou mulheres de todas as idades.
  • Cristal: O Peeling de cristal é também conhecido por microdermoabrasão e trata-se de um peeling mecânico.
Este peeling realiza uma esfoliação através de um equipamento que contém uma ponteira de cristal e esta faz um lixamento mecânico na pele.
O peeling de cristal pode ser superficial ou profundo variando de acordo com a intensidade de lixamento.
A técnica consiste em projetar sobre a pele uma quantidade de microcristais de hidróxido de alumínio sob pressão assistida e, simultaneamente, aspirá-lo junto com as impurezas obtidas da camada córnea, espinhosa e granulosa da pele. A ponteira do peeling é deslizada em diversos sentidos até obter a profundidade desejada. Esta depende de 4 fatores: número de passagens sobre a área tratada, pressão utilizada, velocidade de deslocamento da ponteira (movimentos mais lentos resultam em maior tempo de contato da pele com o cristal e portanto maior abrasão) e gramatura do cristal. O “end point” é a hiperemia homogênea, não ultrapassando, normalmente o limite de sangramento.
Não possui contra indicação, o procedimento é considerado como não-cirúrgico e não-invasivo, podendo voltar imediatamente às atividades do dia-a-dia.
  • Diamante: O procedimento é feito com uma caneta com ponta de lixa diamantada que desliza sobre a pele promovendo uma esfoliação. O principal objetivo é refazer a superfície da pele, reduzindo as rugas finas e diminuindo os poros que estão dilatados.
A abrasão e esfoliação são controladas e estimulam a formação de colágeno – proteína natural da pele - que vem a ser a chave da elasticidade e do tônus facial. É um peeling leve e retira somente uma parte da epiderme. O tratamento age de maneira suave e progressiva, pode ser usado em todos os tipos de pele e tem ação bactericida.
É realizado através de uma pressão negativa associada a uma caneta que contém ponteiras compostas por um banho de micro-grânulos de diamante, tornando-as porosas, que, em contato com a pele, em função do atrito causado, promovem a dermoabrasão.




Gostou?? Ligue para o Ateliê e agende uma avaliação gratuita e saiba qual a melhor opção para você! 48-96044689 (whats)
Acompanhe o Ateliê em suas redes sociais:

   ❥ Facebook ❥ Instagram ❥ Twitter ❥ Google+ ❥ Youtube 

Não se esqueça! Use sempre filtro solar!

0 Comments:

Postar um comentário



 
Posts Relacionados